Cromos na pesca...

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cromos na pesca...

Mensagem  João Gil em Sex Jul 26, 2013 11:05 am

Nas andanças da pesca lúdica e desportiva conhecemos diversas espécies de praticantes. Sem querer ofender ninguém, aqui vão alguns tipos de pescadores com que me tenho deparado ao longo de quase 50 anos de faina.

1. O arrebenta:
Tipo que arrebanha tudo o que pesca, com muito ou pouco valor, geralmente peixes pequenos e muito pequenos (a maior parte sem medida). Quando questionado porque não devolve os exemplares insignificantes à água, diz: “Isto é tão bom fritinho!”.

2. O aldrabão:
Comparsa que, por norma, apanha sempre. Há o que pesca muito peixe na casa dos 400 gramas / meio quilo e o que apanha sempre peixes de quilo. Há ainda quem se alargue muito mais: 3, 4, 5 quilos... Mas quando se pede a prova fotográfica ouvimos dizer que, desgraçadamente, o telemóvel estava sem bateria...

3. O “modesto”:
Mangas que quando se pergunta o que pescou, diz: “Apanhei uns peixitos - uns sargotes e uns robalotes”. Depois, rapa do telemóvel e mostra a foto de vários exemplares entre o quilo e os dois quilos. Afinal, este “modesto” é um vaidosão…

4. O javardo:
Infelizmente é um cromo ainda muito comum. Deixa no pesqueiro, consoante o local e o tipo de pesca, caixas de coreano, latas de milho, sacos de plástico do engodo de farinhas ou de sardinha, panos, latas e garrafas de cerveja, peixe morto, etc., etc. Um nojo!

5. O amigão:
Pescador que perante um camarada próximo, que assumidamente não sabe pescar ou não tem grande técnica, lhe oferece um anzol mais adequado, uma bóia ou uma chumbada e lhe dá umas dicas sobre a melhor forma de abordar a pesca naquele pesqueiro. Nas lojas de pesca, dá dicas aos amigos e partilha conhecimentos vários.

6. O trombudo:
Indivíduo indiferente às dificuldades ou mesmo aos pedidos de ajuda de pescadores jovens ou outros menos preparados e dotados tecnicamente, que procuram entreter-se próximo do seu pesqueiro. Não é caso raro ser mesmo antipático e arrogante para com estes companheiros de um patamar desportivo inferior.

7. O amigo da onça:
Fulano conhecido da loja da pesca, ou vizinho, que insiste em pescar connosco. Satisfeita a vontade, ao fim de um certo tempo descola e passa a ir à pesca com os amigalhaços para os novos pesqueiros descobertos à conta do incauto pescador que lhe deu a mão.

8. O rico:
Criatura endinheirada que se apresenta na pesca ao volante de um excelente Mercedes, BMW ou outra bomba que tal. No entanto, as canas e os carretos são da marca económica da Decathlon ou do chinês. Geralmente, vai ter com um conhecido e a primeira coisa que diz é que não havia sardinha no supermercado (ou que a casa de pesca para comprar o engodo de rio estava fechada) e vá de se pendurar no engodo e no isco do parceiro. No mar, leva para casa peixes agulhas, bogas, salemas e bodiões e diz que gosta muito. No rio, leva alburnos, percas e achigãs de mão-travessa, dizendo: “Fritinhos são muito bons”. Enfim, isto de chegar a rico e lá ficar tem que se lhe conte… Os pobres que o digam!

9. O bem disposto:
Companheiro que canta e assobia quando está à pesca e mantém a mesma alegria quando se lhe desferra um bom sargo, robalo, carpa ou achigã. Um dos melhores compinchas para as pescarias.

10. O resmungão:
Tipo que protesta por tudo e por nada (porque não dá peixe, porque o mar não está de feição, porque está vento, porque não saem os peixes da espécie desejada, etc.). E, o que é pior, geralmente fá-lo com o se o seu camarada de pescaria é que tivesse a culpa disso. Mais tarde ou mais cedo acaba por ficar a pescar e a resmungar sozinho.

11. O competitivo:
Criatura que se comporta numa pescaria normal como se estivesse num concurso. Esconde qualquer trunfo do camarada que está consigo e a sua principal preocupação é pescar mais e melhores peixes que o amigo, sem qualquer tipo de solidariedade ou de camaradagem. Por norma, ao fim de um certo tempo acaba sem companhia para a pesca, pois ninguém está para o aturar.

12. O concursista:
Especialista em concursos federados e de clubes. Tem em casa uma colecção impressionante de televisores, máquinas de café e outros artefactos para o lar, bem como taças e material de pesca de segunda categoria, ganhos como prémios nas provas em que participou. Quando vai pescar para matar o vício, sem ser em concurso, nunca assume que vai à pesca. Diz: “Vou treinar”.

13. O parasita:
Espécie muito comum em molhes e paredões, embora também possa aparecer nalgumas pedras e arribas mais concorridas. Quando topa qualquer pescador a engodar encosta-se o mais possível e manda a bóia ou a chumbadinha para o pesqueiro do parceiro, com toda a descontracção e atrevimento. Quando questionado, faz um ar de grande admiração e diz que a corrente é que é a culpada. Certos desavergonhados chegam mesmo a perguntar provocatoriamente: “Esse sítio está alugado, é?”. É um cromo repugnante.

14. O “azarado”:
Indígena que pensa que isto de pescar é arranjar uma cana e um carreto fatelas, pôr uma linha 0,50 e uns anzóis grossos e grandes (para apanhar peixe graúdo) e tocar de mandar para água com um isco qualquer. Depois queixa-se que tem azar, ou melhor, que os outros têm muita sorte, pois apanham peixe e ele não. E, coitado, persiste na pesca sem perceber o porquê dos outros continuarem a ter ”sorte” e ele não.

15. O fundamentalista:
Indivíduo com boa técnica de pesca e irrepreensível comportamento ambiental, fanático da pesca sem morte. Para ele, o cúmulo da modernidade e do politicamente correcto é devolver tudo à água. Isto, independentemente de ser perfeitamente legítimo e legal que as pessoas pesquem para comer, se assim o quiserem, desde que respeitem o que está legislado. Um grupo extraordinariamente sectário, neste aspecto, salvo as devidas excepções, é o do pessoal do carpfishing, que apelida de “mata carpas” qualquer velhote ou “ucraniano” que pescam para matar a fome.

16. O elegante:
Pescador que se apresenta no mar ou no rio quase com o fatinho domingueiro. É uma delícia ver este exemplar, geralmente na Primavera, com os seus sapatinhos de couro, nos paredões ou empoleirado nas rochas, à beira-mar, ou na beira-rio enlameada.

17. O tenista:
Fulano que não dispensa uns ténis avantajados e espalhafatosos na pesca, geralmente acompanhados de umas calças de fato de treino. Dá gosto vê-lo fugir das poças e dos salpicos das ondas, no mar, e da lama, no rio. Quando chove inesperadamente, então, é a cereja em cima do bolo.

18. O turiscador:
Personagem que tem uma cana e um carreto em casa e aproveita as idas da família à praia para pescar, nas rochas adjacentes à areia. De calções e de chinelos de praia, com o inevitável pacote de minhocas, entretém-se a apanhar um ou outro bodião e uns cabozes. No fundo, mais do que pescar, o que quer é fugir de aturar a mulher, a sogra e os miúdos nas loucas jornadas estivais de veraneio.

19. O tagarela:
Criatura pescante que mete conversa com o pescador mais próximo e nunca mais se cala. Começa por rememorar pescarias várias e acaba a dizer mal da mulher, da sogra, do genro e daquele tipo que está à pesca 30 metros ao lado.

20. O pesador:
Indivíduo que afirma para os amigos, com toda a convicção: “Fugiu-me um robalo de quatro quilos!”. Normalmente, a nossa balança mental (quem já não “pesou” peixe fugitivo?) só tem números redondos: três, quatro, cinco, seis quilos… Enfim, uma especificidade normal da pesca.

21. O “ucraniano”:
Epíteto geralmente dado a qualquer indivíduo estrangeiro natural da Europa de Leste (ucraniano, croata, checo, kosovar, romeno, etc.) que pesca nas nossas águas. Contrariando a teoria de que não somos xenófobos ou racistas, alguns pescadores nacionais (que se reclamam da pesca sem morte) atribuem a esta rapaziada quase todos os males da pesca de rio, designadamente a falta de peixe, quando os desgraçados (na maior parte das vezes e salvo uma ou outra excepção) só querem apanhar uns exemplares para comer, o que é perfeitamente legítimo e não põe em causa coisa nenhuma.

22. O caçador:
Fulano essencialmente amante da caça, que também pesca quando o desporto de Santo Huberto está interdito. Transplantando os hábitos da caça para a pesca, junta dois ou três amigos e acaba tudo numa valente grelhada de entrecosto e entremeada, mais salada, queijo, chouriço, azeitonas e fruta da época. Pescador que não cace e se queira juntar esta rapaziada pode ficar a saber que nas longas viagens de ida e volta, no carro, não ouvirá uma palavra sobre peixes. Serão só coelhos, lebres, perdizes, codornizes e javalis.

23. O consumista:
Longe vão os tempos em que os conolons e os velhinhos carretos Sagarra, Mitchell ou Noris Shakespeare duravam que se fartavam. Hoje, o material está feito para durar muito menos tempo e vai variando mais frequentemente, até pelo avanço da tecnologia. No entanto, há sempre quem abuse. Quem não conhece um daqueles cromos que compra toda a novidade de canas e carretos que aparecem no mercado? Às vezes, nas lojas de pesca, é ouvi-lo dizer: “Tenho uma cana xis, da marca tal, há quatro anos, e ainda não a estreei”.

24. O “lojista”:
Pessoa reformada, ou activa fora das horas de expediente, que faz das lojas de pesca uma espécie de centro de convívio. Tanto como pescar (ou mais ainda...) gosta do ambiente das casas de pesca, de ver e mexer no material e de passar horas à conversa com os clientes que aparecem. Normalmente é um bom contador de histórias.

25. O noctívago:
Indivíduo que pesca essencialmente à noite, ao fundo, quando o mar está revolto, perseguindo em particular os grandes robalos; ou praticante de bóia com starlight, à procura de sargos e robalos ou carapaus, consoante a época e os pesqueiros. Entre estes homens sem sono destacam-se excelentes pescadores. Alguns, porém, simplesmente não suportam o ressonar da mulher e tentam fugir-lhe o mais possível.

26. O coca-iscos:
Companheiro fanático por iscos fatais, que acredita que os melhores são os mais difíceis e menos práticos de arranjar, seja por meios próprios seja por encomenda. Alguns embrenham-se tanto em conseguir o isco ideal, à beira-mar, que passam mais tempo de cócoras do que a pescar.

27. O off-shore:
Indígena que geralmente descobriu a pesca tarde e, sem nunca ter pescado de terra, começou logo a pescar embarcado, “pois de barco é que se apanha muito peixe”. Quando se pergunta o que pescou, diz: “Saíram quatro pargos e uns besugos bons”. E perguntamos: “Pescaste isso?”. E o tipo: “Não, foi no barco todo.” E nós: “Mas tu, o que é que tu pescaste?”: E ele: “Umas safias, umas fanecas, uns carapaus que já tinham um palmo”. E nós: “ Então e bogas?”. E ele: “Uuuuh… mas, por acaso, a minha sogra até gosta delas grelhadas ou fritas”.

28. O arriscado:
Pescador que tem uma fixação por pesqueiros de difícil acesso e de condições precárias, partindo do princípio (falível) que são esses que proporcionam as melhores pescarias. Está mais exposto aos acidentes, quantas vezes trágicos, que infelizmente e com uma certa frequência vão acontecendo entre nós.

29. O fanfarrão:
Maduro que pesca muito esporadicamente, no Verão, em barragens, com um grupo de patuscadas abundantemente regadas com minis ou tintol, e que desafia o vizinho, pescador regular e pessoa simpática, para uma pescaria, “para o amigo ver o que é tirar peixe!”. O convidado, educadamente, diz que “sim, pois, agora não posso, havemos de combinar...”. E, claro, passa a evitar este cromo, pois não está para aturar gente amalucada e bebedolas.

30. A máquina:
Aquele tipo que todos nós gostávamos de ser. Quando chegamos ao pesqueiro, ele está num local próximo com um peixe ferrado. Enquanto montamos o material ele continua a tirar peixe. Começamos a pescar e ele… vira-te. Continuamos a pescar e ele sempre a tirar com grande ritmo. Quando acabamos a pescaria estamos cansados de ver o parceiro sempre em grande acção. Uff e… chapeau. Viva a pesca!

JMET
avatar
João Gil

Mensagens : 209
Data de inscrição : 08/07/2013
Idade : 50
Localização : Costa da Caparica

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Sex Jul 26, 2013 11:09 am

Muito bom não conhecia eu sou o cromo 31 eheheheh Laughing 

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  __SPanKY__ em Ter Jul 30, 2013 6:49 pm

Eu sou o cromo 22 Very Happy
avatar
__SPanKY__

Mensagens : 49
Data de inscrição : 14/09/2012
Idade : 31
Localização : Alenquer

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  SPEEDS em Ter Jul 30, 2013 8:33 pm

Um pouco de todos!!!

_________________
A arte da caça não esta na facilidade de premir um gatilho, mas sim, nos cheiros e cores que a natureza emana! [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
avatar
SPEEDS
Admin

Mensagens : 904
Data de inscrição : 14/09/2012
Idade : 34
Localização : Setúbal

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  __SPanKY__ em Qua Jul 31, 2013 10:19 am

Falta ai o aziado e o pescador engodo...

O Aziado aquele que fica com azia de ver os outros a tirar e ele nada.

O engodo, aquele que quando vai de barco chama o gregório e mete engodo para a agua X0D
avatar
__SPanKY__

Mensagens : 49
Data de inscrição : 14/09/2012
Idade : 31
Localização : Alenquer

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  sandro gamboa em Qua Jul 31, 2013 10:27 am

quando fui para cascais com o bruno tive uma sorte com os meus colegas do lado Wink foi o dia todos a ter engodo eheh
avatar
sandro gamboa

Mensagens : 124
Data de inscrição : 14/09/2012
Idade : 28
Localização : olivais sul, lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Jul 31, 2013 11:39 am

Podes crer , mas ainda tives-te sorte apanhas-te uns belos peixes ehehehehe

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  GPinelas em Qua Set 25, 2013 8:34 am

Alôô Master Bruno, como é que estamos de sargalhada?
Aqui na "terra dos tios" eles já apareceram. Este fim de semana vou dar uma canada...

Abraço.

GP
avatar
GPinelas

Mensagens : 711
Data de inscrição : 07/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 8:46 am

Grande Gilberto se soubesse tinha ido na semana passada todos os dias eles andam lá as marés eram grandes e ja não ia há algum tempo mas ainda fiz uns peixotes no sabado ... apenas sargos nada de robalos o meu cunhado fez uns sargos e uma corvinota pode ser que esta chuvinha veja a trazer uns robalos .... de barco no tejo as coisas tb andaram animadas , mas infelizmente ainda não consegui marcar por falta de tempo:evil: 
Ora aqui vai o resultado de sabado , pesca feita á boia
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  GPinelas em Qua Set 25, 2013 8:51 am

Tu não páras. eh eh eh... bela pescaria. cheers 
Este fim de semana, vou ver se consigo desmarcar-me do junior e ir um bocadinho á noite. Vamos ver.

Abraço.

GP
avatar
GPinelas

Mensagens : 711
Data de inscrição : 07/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 8:59 am

Não tenho ido as vezes que gostaria, perdi marés muito boas mas é mesmo assim não dá para tudo infelizmente, mas vou voltar a carga eheheheheh .... temos de marcar uma embarcada um dia destes a ver se estamos novamente juntos mais os outros martelos dany , fabio etc um dia no mar a comer umas carnes grelhadas e umas mines , meter a conversa em dia e se possivel apanhar uns peixotes bons Smile 

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  GPinelas em Qua Set 25, 2013 9:05 am

Bruno, eu também alinho nisso e estou com saudades de um dia desses a bordo com a nossa malta, mas como o Germano saltou fora e tu disseste que não alinhavas mais no "Micas", eu não marquei a pescaria. As outras embarcações não conheço.

Abraço.

GP
avatar
GPinelas

Mensagens : 711
Data de inscrição : 07/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 9:19 am

O Germano esta cá amigo , o barco Micas não tem culpa , como sabes chatei-me a sério com a atitude e mau profissionalismo na altura ainda por cima era a primeira vez que tinha organizado e fiquei fulo fora de mim , mas lá vai .... por mim se der siga para bingo ... o pedro meu compadre esta a tentar marcar em cascais...
nesta altura a vereda em setubal as douradas tb é uma ideia é uma pesca mais especifica mas que poderá dar bons peixes desde que elas estejam lá é claro .
Ando ai a fazer contactos logo vemos

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 9:20 am

A Águia branca do Quim tb é bom barco e os 5 pestinhas ....

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  GPinelas em Qua Set 25, 2013 10:01 am

Sim eu sei e, como viste, também fiquei agastado com a situação, mas é como dizes: "o que lá vai, lá vai"
Então vê lá isso e dp diz algo.

Abraço.

GP
avatar
GPinelas

Mensagens : 711
Data de inscrição : 07/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 10:20 am

Os marteleiros de setubal Fabio e Dany vejam comop param as modas das douradas na vereda o dany sei que tem informadores na area Laughing 

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  GPinelas em Qua Set 25, 2013 10:25 am

Uiiii, estás á espera desses martelos? nunca mais pescamos Laughing Agora começa a caça... cheers 

Abraço.

GP
avatar
GPinelas

Mensagens : 711
Data de inscrição : 07/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 11:04 am

Começa a caça mas que caça este ano o panorama esta feio ... se não entrarem pombos e tordos com fartura vai ser uma desgraça pena é que estes ultimos paguem a fava mais cedo e não os deixem poisar como deviam enfim ...

Não te preocupes que estou em cima do acontecimento ehehehe

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  dany_26 em Qua Set 25, 2013 12:10 pm

na vereda já sairam as primeiras e no rio até se tiraram já umas meninas da bandelete na casa do kilo e meio mas o que está a dar agora no rio é polvos é 3 horitas balde cheio com alguns meninos a passarem os 4 kg

dany_26

Mensagens : 433
Data de inscrição : 15/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 12:24 pm

Quando é vamos lá na tua barcaça Laughing 

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  dany_26 em Qua Set 25, 2013 1:02 pm

a minha barcaça está entregue ao meu conhado ele tem ido todos os dias lolol

dany_26

Mensagens : 433
Data de inscrição : 15/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  GPinelas em Qua Set 25, 2013 1:03 pm

dany_26 escreveu:na vereda já sairam as primeiras e no rio até se tiraram já umas meninas da bandelete na casa do kilo e meio mas o que está a dar agora no rio é polvos é 3 horitas balde cheio com alguns meninos a passarem os 4 kg
E qual é o dia que vamos láQuestion Question 

Abraço.

GP
avatar
GPinelas

Mensagens : 711
Data de inscrição : 07/11/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 1:47 pm

então vá ele que arranje um dia para nós .... Laughing 

Aqui no seixal sei que as corvinas ainda cá andam a semana passada deu umas grande burras , as douradas tb se deixam apanhar e ja saem uns robalos .....

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  dany_26 em Qua Set 25, 2013 2:01 pm

agora começam as montarias está tudo lixado mas vou colocar aqui o contacto de um barco com saídas diárias para a vereda

para a semana e abertura da geral na outra tenho montaria em espanha na outra montaria em mertola na outra aproximação mes de novembro montarias isto não está facil

dany_26

Mensagens : 433
Data de inscrição : 15/09/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  brunogomes em Qua Set 25, 2013 2:04 pm

não paras tu master Laughing siga a marinha , se é de confiança venha de lá esse contacto tenta saber preços ...
quando fui era 30 € com carangueijo e bomboca incluido ....

brunogomes

Mensagens : 549
Data de inscrição : 09/10/2012
Idade : 35
Localização : Feijó

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cromos na pesca...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum